Legião Urbana Origins: Somos Tão Jovens

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Somos-Tao-Jovens-posterFui convidado pelo Getro (visitem, é um site ótimo sobre cinema) para a pré-estreia de Somos Tão Jovens, cinebiografia do cantor Renato Russo que acaba apresentando para a plateia muito mais do que somente a história do artista. O filme foca muito no movimento roqueiro de Brasília entre os anos 70 e 80, sendo que no meio de tudo vemos de relance não apenas a origem da Legião, mas também de outras bandas como Capital Inicial e Plebe Rude.

 

Como o foco do filme é na metamorfose de Renato Manfredini em Renato Russo nós começamos vendo como um simples acidente revelou uma grave doença que afligiu o garoto, o tempo que ele ficou preso em seu quarto lendo, ouvindo música e consumindo a cultura de outros países.

 

Ao sair de casa ele se mostra uma pessoa cheia de conflitos e que sempre está com a emoção a flor da pele. Renato era professor de inglês e largou tudo por acreditar na música. Se juntou aos irmãos Lemos (hoje no Capital Inicial) para criar o Aborto Elétrico, banda responsável por diversas músicas que muitos  acreditam ser da Legião.

 

Uma coisa que me chamou a atenção no filme foi lembrar como neste meio tempo era preciso esperar semanas (ou até meses) para que algum disco chegasse ao Brasil. Se ainda nos anos 90 eu tive que importar CDs do Green Day e Garbage, imagine como era difícil para coisas obscuras como o Sex Pistols chegarem a uma juventude que anseia novidades. Se você não cresceu nos anos 80 e 90 certamente vai achar muita coisa bastante estranha no filme. Para mim foi tão engraçado como fascinante.

banda-filme-somos-tao-jovens1

Antes da pré-estreia houve uma transmissão ao vivo do tapete vermelho para o evento no Rio de Janeiro. Neste período pude ver a paixão do diretor e de todo o elenco com este filme. O ator Thiago Mendonça, em sua entrevista, mostrou que absorveu parte da revolta que Renato tinha sobre a inércia da sociedade com os problemas da nação.

 

Apesar de não ter uma voz tão parecida com o vocalista da Legião, é de se admirar o trabalho do ator ao retratar os pontos negativos e positivos dele. Incluindo momentos cômicos como a reação exagerada de Renato à morte de John Lennon.

 

Uma coisa que achei pouco explorada no filme foi a homossexualidade do cantor. Isso é citado, mas apenas como um ponto para a dissolução do Aborto, o nascimento de uma famosa canção e em um flerte rápido.

somos tao jovens renato

 

O filme em sua generalidade diverte muito, lembra excelentes canções que marcaram a infância e adolescência de muita gente e apresente um grande leque de personagens que passaram não só pela vida de Renato Russo, como pela de muitos de nós.

 

P.S: A rápida participação de Edu Moraes como Herbert Viana é hilária em todas as vezes que ele está em cena.

 

Somos Tão Jovens – 2013, Brasil

Direção: Antônio Carlos da Fontoura

Elenco: Thiago Mendonça, Laila Zaid, Bruno Torres, Daniel Passi e Marcos Breda.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+