Doação de órgãos prejudicada por número de parceiros sexuais pelo CDC

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

doacao de orgaos fitaAparentemente não faltam órgãos para transplantes nos EUA. A fila deve ser mínima e aparentemente todos têm acesso sempre que precisam. Digo isso porque o CDC (Centro de Controle de Doenças do país) está propondo uma nova política para escolher candidatos a doadores de órgãos.

 

Segundo a nova regra, uma pessoa que se candidatar a doar seus próprios órgãos será questionada sobre sua vida íntima e se ela tiver tido mais de dois parceiros sexuais diferentes nos últimos 12 meses será desencorajada a doar. O CDC afirma que uma pessoa com muitos parceiros sexuais tem uma grande possibilidade de transmitir doenças como o HIV ou hepatites B e C.

 

Isso não quer dizer que estas pessoas serão banidas da lista de doadores. Elas só serão “utilizadas” se houver uma situação onde haja a possibilidade de risco à vida de quem vai receber o órgão. Nesta nova realidade, se uma pessoa de 19 anos morrer em um acidente de carro e tiver tido mais de 2 parceiros sexuais nos últimos 12 meses, o receptor do seu coração (por exemplo) será informado que aquele doador possui um risco maior de transmitir doenças como HIV e hepatite.

 

doacao de orgaos exemplosDiferente do que pode aparentar, a situação nos EUA é complicada quando o assunto é a fila para transplantes. Dados da Organ Procurement and Transplantation Network apontam que cerca de 28 mil cirurgias de transplante de órgãos são feitas no país anualmente, mas existem mais de 112 mil pessoas na fila. Limitar o acesso de doadores seria considerado por muitos como um erro.

 

Especialistas no assunto estão preocupados com as implicações que podem ser causadas pela nova política. Doadores vivos podem ser obrigados a mentir para conseguir doar um órgão para um parente e familiares de doadores falecidos podem nem saber a resposta para perguntas sobre a vida sexual da pessoa. Outra complicação é a classificação desses órgãos como “arriscados”. Pacientes que receberão estes tecidos podem se recusar a fazer a cirurgia por acreditar que o paciente que está doando estava infectado com alguma doença.

 

O CDC se defende dizendo que o paciente doador não será apontado como de alto risco, mas sim de risco elevado de transmissão de infecções. Eles apontam que entre 2007 e 2010, a agência participou de mais de 200 investigações de contaminação de HIV e hepatite por causa de órgãos transplantados e muitos deles foram confirmados.

 

doacao de orgaos coracao na maoAproveito a oportunidade de falar no assunto para levantar a questão da doação de órgãos no Brasil. Nós temos filas imensas e pessoas que ficam entre a vida e a morte por anos esperando por um transplante. Isso pode ser diminuído sensivelmente apenas com a decisão de se doar os órgãos. Segundo nossas regras basta deixar claro para amigos e familiares a intenção de ser doador e pronto. Não é preciso assinar papéis ou declarações em vídeo.

 

Eu serei doador pois após a morte não precisarei dos meus órgãos para mais nada. Se você quiser saber mais sobre o assunto clique aqui e visite o site da campanha Estenda a Mão, que reúne diversas informações sobre a doação de órgãos.

 

Fontes: Gizmodo, MSNBC

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+