Manicômio abandonado que parece saído de um filme de terror

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Como curar a loucura? Tentando achar uma reposta para esta pergunta a medicina já promoveu terríveis métodos de tortura, indescritíveis pelo cinema. Todo o sofrimento, os gritos e a insanidade encheram a cabeça de escritores e roteiristas para transformar estes hospitais psiquiátricos em cenários perfeitos para filmes de terror.

manicomio abandonado tv

O Greystone Park, fundado em 1875 na cidade norte americana de Nova Jérsei, era um hospital psiquiátrico estadual que parecia uma cidade fechada. Tinha vários prédios, incluindo bombeiros, delegacia de polícia, correios, igreja e até mesmo uma pequena fazenda.

manicomio abandonado predio

manicomio abandonado corredor

Ocupando uma área de mais de 3 quilômetros quadrados, o local sofreu por muito tempo com a superpopulação de internos. Inicialmente construído para abrigar 600 pacientes, não demorou muito para passar dos 800. Com o tempo áreas como o porão e quartos de jantar foram transformados em dormitórios, além da construção de novas alas para receber mais gente.

manicomio abandonado camas

manicomio abandonado ala de pacientes violentos

Acredita-se que por volta de 1953 o local chegou a abrigar 7.674 pessoas, entre pacientes e funcionários. O número impressionante de internos é explicado pela quantidade de soldados que voltaram da Segunda Guerra sofrendo de estresse pós-traumático. Greystone era um dos poucos hospitais a oferecer o tratamento de choque com insulina e a eletroconvulsoterapia, considerados eficazes na época.

manicomio abandonado eletrochoque

manicomio abandonado cadeira

Desde a década de 1970 o prédio veio sendo desocupado aos poucos até ser completamente fechado em 2005, após diversos problemas como suicídios e estupros em suas instalações.

manicomio abandonado chuveiros

manicomio abandonado portas

As fotografias deste post foram feitas por Sylvian Margaine, que faz parte de um movimento conhecido como  Urban Exploration, que pretende documentar, explorar e mapear locais considerados proibidos. Prédios abandonados, túneis restritos, áreas fechadas e qualquer lugar onde as pessoas “não deveriam estar”.

manicomio abandonado porao

manicomio abandonado equipamentos

Este hospital deve ser um lugar muito assustador para se passar a noite. Nem o mais bem produzido filme consegue passar a decadência em que os prédios se encontram e o horror que pessoas viveram dentro deste lugar.

manicomio abandonado equipamentos 2

manicomio abandonado quarto de recreacao

manicomio abandonado ressucitador

 

Recentemente parte de Greystone foi reformada para receber um paciente ilustre, o Dr. Gregory House. Quem acompanha a série sabe que ele passou uma pequena temporada em um hospital psiquiátrico e as instalações de Greystone serviram como locação para as filmagens.

manicomio abandonado aerea

No Brasil existe um movimento que procura substituir o tratamento dentro dos hospitais para uma Rede de Atenção Psicossocial, estruturada em unidades de serviços comunitários e abertos. Para saber mais sobre o movimento antimanicomial no Brasil clique aqui.

manicomio abandonado corredores

Fontes: Environmental Graffiti, Wikipédia, NJ.com

3 comentários:

Murdock 10 de novembro de 2011 15:13  

Em Ribeirão Preto também existe um manicômio abandonado que é usado por muitos fotógrafos da cidade como cenário para seus trabalhos. Procure por Fabíola Medeiros.

Glenn 14 de novembro de 2011 18:28  

3 mil quilômetros quadrados? Tem certeza disso?
São 3 quilômetros quadrados, não 3 mil...

Dmitry 15 de novembro de 2011 17:29  

Valeu Glenn. Na fonte era 3.007 quilômetros quadrados e eu me passei.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+