Seu sutiã velho pode ser reciclado e virar energia

domingo, 23 de outubro de 2011

sutia eletricoPara a maior parte das mulheres brasileiras, quando o ciclo de vida de uma lingerie acaba, ela vai parar no lixo. Duas empresas japonesas estão apresentando uma alternativa ecológica para que o destino das roupas de baixo que resolvem dois problemas de uma vez só.

 

Em 2004 a Wacoal Corp, uma grande fabricante japonesas de lingerie, fez uma pesquisa entre as consumidoras e descobriu que muitas delas têm problemas para jogar fora suas peças velhas. No Japão o lixo precisa ser colocado em sacos transparentes e muitas mulheres se sentem constrangidas em colocar sutiãs e calcinhas na lixeira. Uma grande parte também teme que estas sejam levadas por pervertidos. A solução encontrada é picotar com uma tesoura todas as peças antes de dispensá-las.

 

No ano de 2008 a empresa apresentou um plano de reciclagem para lingeries, onde as consumidoras levariam suas peças velhas para as lojas e estas seriam utilizadas na produção de energia. No processo fios de arame e pedaços de metal seriam removidos e o tecido passaria a servir na produção de energia.

 

sutia energiaA indústria local chama este tipo de material “combustível do refugo de plástico e papel”, que é considerado tão eficiente quanto o carvão com a vantagem de não liberar tanto gás carbônico.

 

No ano seguinte a multinacional Triumph passou a distribuir sacolas em suas lojas japonesas para que as consumidoras colocassem os sutiãs velhos, mesmo que de outras marcas. O processo de reciclagem é o mesmo adotado pela Wacoal e assim como no primeiro caso a campanha de reciclagem foi um sucesso.

 

Desde 2008 a Wacoal reciclou 179.200 sutiãs, totalizando 17,9 toneladas de combustível. Já a Trimuph angariou 14 toneladas de combustível, vindos de 200 mil peças.

 

O sucesso da campanha das marcas de lingeries foi tamanho que já está inspirando empresas de roupas masculinas. Uma empresa de artigos esportivos local começou a oferecer cupons de 500 ienes (cerca de 10 Reais) para cada cueca devolvida.

 

Não acredito que veremos campanhas do tipo no Brasil tão cedo, mas a Wacoal já está expandindo seu programa de reciclagem para Taiwan. Você reciclaria suas lingeries para que estas virassem energia?

 

Fontes Ecouterre, Japan Times

1 comentários:

Arthurius Maximus 24 de outubro de 2011 12:27  

Se a moda pega, ia faltar sutiã.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+