Jogos violentos e sua influência sobre diferentes personalidades

quarta-feira, 9 de junho de 2010

games violentos manhunt De uns tempos para cá os jogos eletrônicos se tornaram cada vez mais reais. Se no início os monstros em Doom pareciam muito toscos, hoje em games como GTA IV e Crysis seus inimigos parecem cada vez mais reais. Em alguns títulos é possível ter a liberdade de fazer coisas terrivelmente violentas apenas por diversão e isso anda preocupando algumas pessoas.

 

O principal medo é de que o jogador de games violentos venha a se tornar uma pessoa violenta. Esta teoria vem sendo reforçada por recentes tiroteios em escolas e faculdades nos EUA, onde os atiradores costumavam utilizar games violentos.

 

Um estudo realizado recentemente tenta estabelecer se existe ou não associação de características individuais com a vulnerabilidade psicológica a estímulos violentos dos jogos mostrando que algumas personalidades são mais influenciáveis pelos games violentos do que outras.

 

Para conduzir o estudo foi utilizado o Five Factor Model (método dos “grandes cinco”), que divide a personalidade em 5 fatores: Neuroticismo ou instabilidade emocional, extroversão, amabilidade, conscienciosidade ou meticulosidade e abertura para o novo. A partir destes traços foi possível fazer um mapa para definir que tipo de personalidade é mais afetada pelos games violentos.

 

Segundo os resultados pessoas com alta instabilidade emocional, baixa amabilidade e meticulosidade foram apontadas como as mais suscetíveis aos games. Também foi indicado que a junção de vários fatores é mais importante que qualquer um deles individualmente para indicar o quanto um sujeito é influenciável.

 games violentos

Sobre a associação entre gamers e episódios de violência em colégios os autores fazem uma observação interessante. Se o número de pessoas jogando games violentos cresce a cada dia e o número de games com algum tipo de violência supera todos os outros estes episódios seriam extremamente comuns hoje em dia, quando na verdade eles são esporádicos. Desta forma, o estudo determina que simplesmente a exposição a games violentos não tem a a capacidade de estimular a violência no mundo real. Apenas em indivíduos específicos, suscetíveis, poderia ocorrer o desencadeamento de comportamentos violentos.

 

Sempre fui um defensor dos games pois sou adepto deste tipo de entretenimento desde a infância e não foi por isso que me meti em encrencas. Claro que podemos ver pessoas sendo influenciadas não só pelos games, mas também pelo cinema e por séries de TV. O problema é saber como identificá-las e como tratar de seus casos individualmente.

 

Para ler o texto original ("Vulnerability to Violent Video Games: A Review and Integration of Personality Research") clique aqui (em inglês).

 

Fonte: GamePro

7 comentários:

filipe 10 de junho de 2010 19:19  

pra comecar li uma pesquisa de que games violentos influenciam de 0 a 2,5% ou seja nada ou quase nada

Anônimo 11 de junho de 2010 02:41  

Muitos quando vão ser julgados coloca a culpa em jogos , assim ele alegando a influencia ele diminui a pena dele.
Violencia tem ate no chaves. cada um é responsavel pelas suas atitudes.

Brenner 11 de junho de 2010 15:20  

BOA! sempre defendi os games e concordo perfeitamente com o que disse. Se alguém se sente influenciado por um jogo que largue e vá se internar.

Anônimo 14 de junho de 2010 16:01  

Axo isso uma tremenda baboseira do kct, os games sao uma coisa a realidade e outra. Claro q vai ter gente q vai se dexar influenciar pelos games, bota um psicopata pra joga GTA, poha!! existe duente pra tudo.

Anônimo 19 de junho de 2010 01:38  

É o bode expiatório da vez, já houve uma época em que eram os quadrinhos, o cinema e depois o rock´n roll.
Sou da seguinte opinião, se o cara é desequilibrado até a bíblia pode servir de inspiração pro cara cometer uma loucura como as citadas.
Por um outro lado jamais deixaria meus filhos jogarem tais jogos até eles chegarem numa idade mais apropriada.

Igor 19 de junho de 2010 12:42  

Achi que os jogos violentos não influenciam em nada na personalidade das pessoas, principalmente nas crianças. Geralmente isso começa em casa, na criação dada dos pais para os filhos, na escola eles tem grande influência dos amigos em experimentar algo ilicito, ou as vezes a personalidade violenta se cria pelo isolamento, pela rejeição sofrida pelas pessoas. Se fosse assim, os filmes teriam grande influência, as novelas, seriados, e noticias que passam no dia-a-dia nos meios de comunicação.

Lucas 19 de junho de 2010 15:01  

essa historia de tiroteios em escolas, nao tem nada a ver com os games, e sim com bully e outras coisas que eles sofrem nas escolas, que levam eles a quererem se vingar dos alunos.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+