Transplantes de rosto total e parciais – uma realidade em desenvolvimento

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Em 1997 o cineasta John Woo lançou o filme de ação A Outra Face. Nele um agente do FBI passa por uma cirurgia para “trocar de rosto” com um terrorista e assumir sua identidade com o objetivo de impedir um ataque. Naquele tempo existiam estudos sobre o assunto mas nada real havia sido feito.

 

Em 2005 a francesa Isabelle Dinoire tomou uma overdose de medicamentos para dormir em uma tentativa de suicídio. Enquanto estava desmaiada seu cão tentou a todo custo acordá-la, chegando a mastigar seus lábios e nariz. O resultado foi a mutilação severa de sua face como você pode ver na imagem abaixo.

dinoire neupa desfigurada

No dia 27 de novembro de 2005 ela recebeu tecidos, músculos, artérias e veias de um doador. A operação foi feita no Centre hospitalier Universitaire Nord, na cidade francesa de Amiens. O procedimento foi um sucesso e sua recuperação é observada pela comunidade médica mundial como referência para novos transplantes.

 

A recuperação de Dinoire foi boa mas está longe de ser considerada fácil. Em primeiro lugar ela precisará tomar imunossupressores pelo resto da vida. Seu corpo rejeitou os tecidos duas vezes e ela passou por um episódio de falência nos rins. Ela recebeu células da medula óssea da doadora para dificultar a rejeição. Dinoire afirma que ainda está se acostumando a ter uma face que não é a sua, mas que está feliz com o resultado.

Imagens abaixo 6 meses e 1 ano após o transplante.

dinoire um ano depois

Em 2004 Connie Culp teve uma briga com seu marido. Ele perdeu se enfureceu, pegou uma espingarda (shotgun) e deu um tiro na cara da esposa. Miraculosamente ela sobreviveu e sua vida virou um inferno. Abaixo você confere uma imagem de como ficou seu crânio após o disparo. Apenas como curiosidade o marido de Culp foi sentenciado a somente 7 anos de prisão.

culp antes da cirurgia

Ela passou por mais de 30 cirurgias para tentar reverter os danos causados pelo disparo. Em dezembro de 2008 Connie foi escolhida para receber o primeiro transplante de rosto nos EUA. A cirurgia foi realizada na Cleveland Clinic, no estado de Ohio, e envolveu o transplante do osso do nariz, partes da maxila e pele da face de uma doadora não identificada. O procedimento levou 22 horas e envolveu 11 cirurgiões que substituíram 80% de seu rosto. Abaixo você confere uma imagem dela antes da cirurgia e outra após seis meses. Outras intervenções serão feitas para adequar o novo rosto, como a retirada de pele em excesso.

culp antes e depois

Mês passado o espanhol Rafael, que teve o rosto deformado por uma doença genética chamada neurofibromatose, teve dois terços do seu rosto substituídos através de um transplante. Ele teve alta e sua cirurgia foi um sucesso. O procedimento durou 24 horas e envolveu tecidos, nervos, artérias e veias.

rafael transplante de face

Por mais que a imagem acima lhe pareça bizarra, saiba que ele acabou de ter alta do hospital, ainda existe um longo caminho a ser percorrido por Rafael até que seu novo rosto se adeque.

 

Também em abril foi divulgado por um hospital em Barcelona, na Espanha, que o primeiro transplante completo de rosto havia sido feito. O paciente já está se comunicando, mas ainda não teve a identidade revelada. Os 11 procedimentos feitos anteriormente foram parciais.

 

O paciente teve o rosto deformado aos 5 anos de idade em um acidente e não podia falar nem respirar normalmente. A cirurgia, que durou 22 horas, mobilizou uma equipe de 30 pessoas e transplantou toda a pele, além de músculos do rosto, nariz, lábios, maxilar superior, todos os dentes, os ossos da maçã do rosto e da mandíbula.

transplante total de rosto esquema

Ele ainda ficará internado por dois meses e, por enquanto, não consegue sorrir, falar ou comer. Segundo seus médicos o paciente deverá conseguir comer novamente nas próximas semanas. Ele já se olhou no espelho e reagiu com tranquilidade.

 

Para fazer este tipo de procedimento é necessário achar um doador e isso nunca é fácil. Na Espanha, onde já foram realizados três transplantes de rosto, existe uma rede de coordenação de transplantes, criada em 1989. Ela envolve todos os hospitais do país e monitora as salas de emergência em busca de doadores potenciais. Isso fez do país o líder em doação de órgãos.

 

Aqui no Brasil a decisão de doar é feita pela família, que muitas vezes se apresenta contrária a isso. As filas para transplantes são enormes e muitas pessoas morrem esperando, por isso fale com seus familiares sobre a decisão de doar os órgãos, ajudando assim muitas pessoas.

 

transplante

No filme de John Woo o procedimento era feito como se uma máscara fosse arrancada de uma pessoa e colocada em outra, mas na realidade o procedimento é muito mais difícil. É preciso religar conexões sanguíneas, nervosas e musculares para que haja nutrição tecidual e a pessoa volte a ter movimentação e expressões.

 

O avanço da medicina nesta especialidade específica é impressionante, mas ainda estamos longe de uma grande segurança. Estes procedimentos são experimentais e os pacientes que se submetem a ele precisam de uma dose de imunossupressores muito forte pelo resto da vida, o que torna sua saúde consideravelmente limitada. Como toda novidade na área da saúde, alguém precisa dar o primeiro passo e é isso que estamos acompanhando. No futuro muitos irão agradecer a estas pessoas que permitiram o avanço neste tipo de procedimento.

 

A idéia deste post foi uma sugestão do Felipe do blog Cinema & Afins. Se você não conhece clique no link que vale a visita.

 

[UPDATE] – Fui informado no comentário abaixo que o número de doadores cresceu no Brasil em 2009. Isso é uma excelente notícia! O Ministério da Saúde tem uma página para tirar dúvidas sobre o assunto (clique aqui para visitar). Existe também o disque saúde no telefone 0800 61 1997.

 

Fontes: Telegraph, The Associated Press, BBC, CNN, TVNET, Zero Hora, Band, PortalMS, Folha

4 comentários:

Ministério da saúde 7 de maio de 2010 11:35  

Dmitry,

Em 2009 o Brasil teve recorde de 26% em número de doadores.
Divulgue o link sobre doação de órgãos: http://bit.ly/cHLx34. Incentive as pessoas a fazer doação de órgãos.

Para mais informações:
fernanda.scavacini@saude.gov.br
Ministério da Saúde

slim shady 11 de maio de 2010 09:41  

Opa, nem tinha visto ainda. Muito obrigado pela menção nem precisa.

Sobre o post, você incorporou outras notícias que eu desconhcia. Ficou melhor que a encomenda.

abração.

Dmitry 11 de maio de 2010 14:09  

Eu que agradeço a idéia para o post. Abraços

Anônimo 12 de julho de 2011 00:14  

Essas imagens me permitiram ver o quanto sou pequena nas minhas insatisfações fisicas.Sinto-me envergonhada!

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+