Netbook, Smartphone ou Tablet? Qual o certo para você?

quinta-feira, 22 de abril de 2010

O mundo da tecnologia está cada vez mais portátil. As pessoas podem estar conectadas praticamente em qualquer lugar. Por causa disso a indústria inundou o mercado com os mais diferentes dispositivos. São diferentes dispositivos e configurações, que podem parecer na verdade uma sopa de letrinhas para o consumidor mais desavisado. Nem sempre a pessoa tem dinheiro ou espaço para carregar tanta coisa por aí. Abaixo tentarei explicar da melhor maneira possível o que é cada um e o melhor uso que se pode fazer deles.


O netbook se tornou popular em 2008, quando a Asus lançou o EEE PC, um notebook pequeno, com menor poder de processamento, tela de tamanho reduzido (geralmente entre 7 e 10 polegadas) e configurações mais modestas que a maior parte dos computadores portáteis no mercado. Ele também trazia um preço mais leve para o bolso, o que encheu os olhos dos consumidores.

Este dispositivo não era ideal para todas as pessoas. O pequeno poder de processamento poderia ser um obstáculo para usuários que queriam mais do que aplicativos de escritório e navegadores de Internet. Usuários de programas como Photoshop e Corel Draw geralmente não ficam satisfeitos pois estes computadores são mais lentos do que notebooks normais. Outras pessoas reclamam do tamanho da tela, que não é ideal para vários sites, como os de vídeo.

Isso não quer dizer que o netbook não tenha seu público alvo. Pessoas que precisam se conectar a Internet em qualquer lugar, editar arquivos de escritório ou até mesmo assistir um vídeo durante uma viagem sem levar muito peso nas costas adoram este tipo de computador.


O smartphone é simplesmente um celular que permite a instalação de aplicativos. Mas não pense que isso faz dele um dispositivo menos atrativo. Diferente dos netbooks, eles cabem no bolso, acessam a Internet e também editam arquivos de escritório e imagens. Já existem telefones com configurações muito potentes.

A tela do celular é muito pequena, chegando no máximo a 5 polegadas. Ele serve até para ver um vídeo em uma fila ou viagem de avião, mas na hora de escrever um texto mais extenso na rua com certeza a tela e o teclado do netbook vai fazer falta. Por outro lado os smartphones unem diferentes funcionalidades que seus concorrentes não possuem normalmente enquanto o usuário está andando como música, vídeo, ligações telefônicas e câmera.


Os tablets são notebooks com tela sensível ao toque que podem ser utilizados com canetas especiais ou com os dedos mesmo. São ótimos para profissionais de desenho, engenheiros e outros que precisam fazer modificações com a caneta.

A Apple acabou de lançar um produto que está criando uma nova linha de gadgets, também chamados de tablet. O IPad não é grande e potente o suficiente como os tablet tradicionais, nem utiliza um teclado físico como um netbook. Ele parece um IPhone gigante, inclusive com o mesmo sistema operacional, tentando pegar funcionalidades de netbooks, notebooks e leitores de livros digitais (como o Kindle).


O IPad não possui um grande poder de processamento, mas reúne acesso a Internet, edição de arquivos de escritório (como o netbook), música, jogos, aplicativos, vídeo, além de servir como leitor de livros digitais, um tipo de dispositivo que está se popularizando. O sucesso atingido pelo produto em suas primeiras semanas de vendas já está mostrando seus efeitos no mercado. Dell (Streak), HP (Slate) e Google já estão apresentando protótipos de dispositivos semelhantes.

Cada um tem suas vantagens e fraquezas, mas o que é melhor para cada você vai depender de como vai ser sua utilização de tantos recursos diferentes.

4 comentários:

Blog Viagens 22 de abril de 2010 23:45  

Estas versões menores portáteis são excelentes para consultas na internet e emails.

Eu tenho um Netbook e Photoshop instalado, mas vive travando mesmo com as imagens pequenas, para internet.

Mas a praticidade acaba compensando.

Dmitry 23 de abril de 2010 00:40  

Compensa muito. Tenho um net e um note pois são para situações diferentes.

Anônimo 24 de abril de 2010 11:03  

Sou usuário de um note, de um netbook e de um smartphone (Iphome). Posso afirmar que todos são excelentes. Cada um deles faz tudo que se propõe. Não podemos esquecer que eles são apenas ferramentas e a escolha da ferramenta depende do uso que se quer fazer dela. PAra falar em suas limitações é muito difícil. Não se mistura laranjas com morangos. Cada um no seu lugar.

Dmitry 24 de abril de 2010 20:36  

A intenção nunca foi misturar as coisas ou comparar os três dentro de uma mesma categoria, mas dentro destas limitações que cada usuário pode ver quem não se aplica a sua rotina.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+