10 vídeos de explosões nucleares

quinta-feira, 15 de abril de 2010

explosao atomica O mundo ia muito bem, as pessoas viviam suas vidas, existia uma guerrinha aqui, outra ali até que um dia os EUA jogaram duas bombas nucleares no Japão e o mundo nunca mais foi o mesmo. A descoberta do poder de um artefato deste tipo aconteceu anos antes, mas nunca havia sido usado contra uma população civil. É difícil alguém não saber o que aconteceu com Hiroshima e Nagasaki em agosto de 1945.

 

Depois da Segunda Guerra Mundial veio a Guerra Fria e o mundo vivia sob o pânico da Terceira Guerra ser a última pois o número de bombas que as duas potências possuíam era suficiente para acabar com todo o planeta. Isso não aconteceu e hoje a população mais jovem sequer sabe o que é se preocupar com este tipo de coisa.

 

As pesquisas envolvendo a energia nuclear trouxeram grande avanços, mas não pagam todo o estrago que a aplicação militar deste conhecimento causou e potencialmente ainda pode causar. Atualmente EUA, Rússia, Reino Unido, França, República Popular da China, Índia, Paquistão e Israel possuem declaradamente armas nucleares. É muita gente com este tipo de poder de destruição na mão, não acha?

 

Durante as décadas de 1950 e 1960 foram feitos diversos testes nucleares onde muitas vezes nem mesmo os cientistas sabiam o que estavam fazendo e quais seriam as consequências destes testes. Confira abaixo alguns vídeos com cenas destas explosões. Se quiser saber como uma bomba atômica funciona clique aqui e para saber como agir se uma explodir perto de onde você está clique aqui.

 

 

Projeto Sedan/Nevada/EUA/1962 – O que acontece se você enterrar uma bomba atômica e depois detoná-la? Foi isso que cientistas tentaram descobrir ao enterrar um artefato de 104 kilotons a uma profundidade de 457 metros. A explosão jogou 12 milhões de toneladas de terra para o alto.

 

 

Não tenho maiores informações sobre a explosão acima, além de que ela ocorreu no estado do Novo México. Fico me perguntando se estes locais, em desertos dos EUA, estão liberando radiação até hoje.

 

 

Uma coisa muito questionável que o exército americano fez durante estes testes foi permitir que soldados ficassem a uma distância não muito segura do local das explosões, causando danos irreversíveis a saúde.

 

 

Eu sei que a curiosidade científica é grande e que conhecimento é poder, mas explodir um artefato nuclear com 1,4 megatons a 400 quilômetros de altitude não me parece uma boa idéia de maneira nenhuma. Pois saiba que este foi o objetivo do Starfish Prime, um dos 5 testes deste tipo que o exército americano realizou. Mesmo tendo sido em cima do Oceano Pacífico, me pergunto se não choveu partícula de radiação na cabeça das pessoas.

 

 

Ivy King/lha Runit/atol de Enewetak/1952 – Esta é a mais poderosa bomba de fissão feita pelos Estados Unidos da América. Com 500 kilotons ela foi lançada de um bombardeio de B-36H. O resultado está no vídeo acima.

 

 

Ivy Mike/ilha de Elugelab/atol de Enewetak/1952 – Este é considerado o primeiro dispositivo de fusão nuclear a ter um teste bem sucedido. A explosão produziu uma explosão de 10,4 megatons. A bola de fogo se espalhou por 5 km de comprimento em sua base e a nuvem de cogumelo subiu a uma altitude 40 km com uma largura no topo da nuvem de cerca de 160 km. Foi o suficiente para fazer parte da ilha sumir.

 

 

Castle Bravo/ilhas Marshall/atol de Bikini/ 1954 – Uma prova de que os cientistas não sabiam muito bem o que estavam fazendo foi a explosão de Castle Bravo. Prevista para ter um rendimento de 6 megatons, ela acabou rendendo 15 megatons depois da detonação, o vento  radioativo contaminou partes da Índia, Austrália, Europa, Japão, E.U.A e quase todas as ilhas da Oceania com uma chuva de cinzas. Nativos, militares e a tripulação de um barco de pesca japonês foram seriamente afetados pelas cinzas lançadas.

 

 

Pouco se sabe sobre a explosão vista acima a não ser que se trata de um teste subaquático com um artefato nuclear. Você não se pergunta se a água contaminada pela radiação não pegou uma corrente marinha e foi parar em alguma praia por aí? Para mim isso só pontua o quão irresponsáveis foram estes testes.

 

 

Tsar Bomba/Nova Zembla/1961 – Esta foi a mais potente arma nuclear já detonada. Ela era tão potente que precisou ser presa a um pára-quedas para dar tempo ao avião que a transportava de fugir.Ela foi detonada a 4 km da superfície, mesmo assim atingiu o solo e quase atingiu a altitude do avião que a lançou. Sua bola de fogo podia ser vista a 1000 km de distância e o calor gerado poderia causar queimadura de 3º Grau em uma pessoa que estivesse a 100 km de distância e ainda poderia ferir alguém que estivesse a 200 km de distância do epicentro. Se quiser ver um documentário mais completo sobre ela clique aqui (em inglês).

 

 

Por último confira uma compilação de diversas detonações e veja o contraste entre a “beleza” destas detonações e as horríveis consequências que elas representam.

 

Fonte: TopTenz

8 comentários:

Anônimo 15 de abril de 2010 21:23  

Chocante cara
O.o
é muito poder pra ficar na mão de alguns...

Isabel 15 de abril de 2010 22:57  

O mais triste é saber que uma parcela enorme dos recursos disponíveis no mundo é direcionada à destruição, financiando pesquisas, produção e conflitos bélicos.

Diego 15 de abril de 2010 23:51  

malditos porcos norte-americanos, os seres mais inferiores da raça humana.

Me_escondi_ 16 de abril de 2010 01:01  

Por mais que seja mortal e totalmente destrutivel, algumas destas explosões me enchem os olhos de fascínio. Principalmente a ultima marítima. Muito legal o Blog e o Post.

Guilherme Varela Moterle 16 de abril de 2010 01:12  
Este comentário foi removido pelo autor.
Leandro Santiago 16 de abril de 2010 10:19  

Ao meu ver boa parte do fascínio que estas explosões causam é pela trilha sonora dos videos em que são mostradas. É aquela velha questão de trilha sonora dos filmes de suspense.

Cesar 9 de junho de 2010 21:58  

Muito desses vídeos são retirados de um documentário chamado Trinity and beyond. Assustador...
Alguem sabe o nome da música do ultimo vídeo?

Anônimo 24 de julho de 2013 10:11  

Como alguém pode criar algo que pode acabar com a vida?Tem que ser muito burro mesmo!!

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+