Homem estrangula a mulher durante o sono

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

sonambulismo 01 Imagine acordar de um pesadelo para se ver dentro de outro. Foi mais ou menos o que aconteceu com Brian Thomas, o problema é que este pesadelo era a realidade e o crime que ele havia acabado de cometer iria lhe assombrar para sempre.

 

O casal estava acampando no País de Gales e ele, que estava tomando medicamentos antidepressivos e remédios para o controle de sintomas do Mal de Parkinson, decidiu suspendê-los porque afetavam seu desempenho sexual.

 

Durante a noite Thomas, que tem histórico de sonambulismo, sonhava que lutava contra ladrões invasores, mas na verdade estava estrangulando sua esposa Christine, com quem era casado há 39 anos.

 

Desesperado ao ver a mulher neste estado ele ligou para o serviço de emergência. A fita foi revelada em uma das audiências do seu julgamento. Nela Thomas dizia: "Acho que matei minha mulher. Meu Deus... Achei que um ladrão tinha entrado. Eu estava brigando com eles, mas era a Christine. Eu devia estar sonhando. O que eu fiz? O que eu fiz? Vocês podem mandar alguém aqui?"

 

Ao chegar no local os policiais encontraram Thomas chorando e tremendo. Ele repetia: "Ela é tudo para mim".

 

A promotoria agora procura uma condenação por automatismo insano, uma vez que esta condição o acompanha desde a infância. Isso o levaria a um tratamento em hospital psiquiátrico por tempo indeterminado. A defesa alega que ele não tinha controle sob seus atos e que a causa provável foi a suspensão dos remédios, por isso ele deveria ser absolvido.

 

É um caso extremamente infeliz onde o autor do crime não tinha a menor intenção de cometer o delito. Além de perder a esposa e carregar o estigma de ser seu assassino para a sociedade e para seus dois filhos com ela, Brian ainda enfrenta um processo que poderá colocá-lo preso (em um hospital) para sempre.

 

Fonte: MSN Notícias

3 comentários:

Irmão Fabiano 19 de novembro de 2009 08:30  

Cara, se fosse no Brasil e comprovado que ele estava dormindo, não seria condenado.
Minha mulher é sonambula e sei bem o que o cara passou: dia desses ele começou a me bater na cama, achando que eu fosse algum animal (jamais fez isto durante o sexo, merda) e noutro dia ela, dormindo, empurrou o cachorro (que também estava dormindo) do sofá alegando que o mesmo estava fazendo xixi.
Solução: agora só durmo com ela algemada, hehehe,

Arthurius Maximus 19 de novembro de 2009 12:40  

Por mais incrível que possa parecer, isso é comum. Graus de sonambulismo assim ocorrem com frequência. Tem gente que caminha quilômetros...

Isabel 19 de novembro de 2009 18:26  

Deu muita pema mesmo desse caso, não tem como ficar tudo bem. Sinceramente, não acho justo ele ser preso, mas a lei é tão frequentemente injusta...

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+