Juiz silencia réu fechando sua boca com fita adesiva

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

juiz e reu Todo mundo já ouviu falar que juízes pensam que são alguma espécie de divindade, mas as vezes algumas coisas que vemos por aí deixam este tipo de pensamento ainda mais próximo da realidade.

 

Harry Brown foi preso sob a acusação de roubar uma loja da rede Wall Mart no estado norte americano de Ohio. Ele também havia agredido os seguranças da empresa durante o ocorrido.Na audiência preliminar que definiria se o caso iria a júri popular Brown solicitou outro defensor, pois o que o Estado havia designado “não trabalhou o suficiente em seu caso”.

 

O juiz Stephen Belden afirmou que não indicaria outro defensor e que sua única opção seria defender a si mesmo, coisa que Brown faria somente se fosse um tolo, nas palavras do juiz.

 

Uma discussão entre Balden e Brown sobre o assunto tomou conta do local, com um falando por cima do outro, por cerca de quatro minutos. Até que o juiz pediu ao oficial que pegasse fita adesiva.

 

fita adesiva“Eu vou pegar fita adesiva. Se você continuar me interrompendo eu vou pedir ao sr. Smith que a coloque na sua boca, ok?”, disse o juiz. Inicialmente Brown tentou voltar para a área reservada aos réus, mas Balden não permitiu, o que iniciou uma nova discussão.

 

Foi então que o juiz ordenou que a boca de Brown fosse fechada com fita adesiva, o defensor público fosse sentar junto ao público e que a audiência continuasse. Um policial entrou para testemunhar e o promotor de justiça fez seus questionamentos como se nada estivesse acontecendo.

 

Quando chegou a vez de Brown fazer perguntas ao policial, Balden disse que voltaria a utilizar a fita adesiva se ele não se comportasse de maneira mais respeitosa. O réu voltou a discutir dizendo que quem estava sendo desrespeitoso não era ele.

 

boca com fita O juiz encerrou a audiência alegando causa provável e mandando Brown “de volta para o porão”, o que levou o réu a ser arrastado enquanto dizia obscenidades. Balden aproveitou para acrescentar mais 30 dias a sua pena por desacato.

 

O acusado irá entrar com uma representação na Suprema Corte de Ohio contra a conduta do juiz afirmando que seus direitos foram violados. “Isso não foi ético. Ele não precisava fazer isso”, afirma Brown, que ainda diz que perdeu pelos do bigode pela maneira como a fita foi retirada de sua boca.

 

O código de conduta do estado diz que um juiz precisa manter a ordem, mas também aponta que eles tem que ser pacientes, dignos e corteses. Balden se defende dizendo que só fez isso para restaurar a ordem e que foi a primeira vez em seus 12 anos de serviço onde a fita adesiva foi necessária. O juiz conta que aprendeu a técnica com um colega  de outro estado durante um seminário de treinamento. Talvez ele se refira ao caso semelhante ocorrido em abril no estado de Idaho (clique aqui para ler)

 

Possivelmente o caso não vá chegar muito longe. No máximo o juiz terá que se desculpar, mas não se pode deixar que magistrados mandem e desmandem achando que são donos da verdade. Se isso tivesse ocorrido no Brasil haveriam diversas pessoas dizendo que este tipo de coisa só acontece em nosso país.

 

Não importa onde, o que não pode acontecer é uma barbaridade destas no lugar onde a lei e o respeito deveriam estar acima de tudo.

 

Fonte: CantonRep.com, Asylum

6 comentários:

Linka Nisso 2 de setembro de 2009 20:56  

O banner do LN deve estar presente no blog para aceitação do link.

Abraço da equipe LN.

kiyokawa 5 de setembro de 2009 08:15  

Achei absurda a conduta do magistrado, para mim foi uma violencia e fere os direitos humanos, quando o reu nao teve direito a outro advogado.
Aqui no Japao tambem ocorrem fatos que questionamos se tem fundamento, o Asahara, acusado de propagar o gas sarin no metro de tokyo, alegou que processaria o estado por ter emagrecido depois de preso.
Abracos

Anônimo 5 de setembro de 2009 17:45  

infelizmente, o juiz acha que pode tudo, a ficha dele so cai quando ele é denunciado e processado por abuso de poderes, improbidades e prejuizos por danos morais e materias.....etc acreditem qualquer um neste país pode processar um juiz de direito, procurem conhecer seus direitos, pois eu sou doido para processar um.

Anônimo 7 de setembro de 2009 21:02  

putz, uma amiga minha passou por isso. por causa da crise, ela fico devendo cartao da citibank, e eles meteram o ferro nela, processandu e ela sem dinheiro quase morreu de tanto medo, estrees e preocupaçao, mas num conseguiu advogado, mas fico sabenu q tinha q ir na audiencia(?) e chego lah e nao foi q o tal juiz pregou o ferro e a condeno mesmo ela pedinu o advogdo da vara ou talvez o adiamento, esse cara nao quis sabe e condeno a pobrezinha a paga toda a quantia exorbitante, mesmocom usura e tudo.. e fico por issu mermu.. O que serah q ela poderia/deveria fazer? Pô aí anonimo, num queh processar esse FDP pra ela naum? kk

Joao 8 de setembro de 2009 08:41  

Se calhar não sabem qual a diferença entre Juizes de Primeira Instância e Juizes de Segunda Instância (Isto em Portugal)
Os primeiros julgam que são (DEUS)
Os segundos têm a certeza.

freefun0616 3 de novembro de 2009 07:36  

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+