Quebrando a barreira do som

sábado, 6 de junho de 2009

Quando o ar em fluxo supersônico é comprimido, sua pressão e densidade aumentam, formando uma onda de choque. Em vôo supersônico (com velocidades acima de Mach 1), o avião produz inúmeras ondas de choque, sendo mais intensas as que se originam no nariz do avião, nas partes dianteira (bordo de ataque) e posterior (bordo de fuga) das asas e na parte terminal da fuselagem.

As ondas de choque geradas por um avião em vôo supersônico atingirão o solo depois da passagem do avião que as está produzindo, pois esse é mais veloz. Um observador no solo ouvirá um forte estampido assim que as ondas de choque o alcançarem. Esse estampido é conhecido como 'estrondo sônico'.








Quando eu era guri, tinha a maior vontade de andar em um Concorde. Achava o avião muito futurista e saber que era possível passar da barreira do som em um vôo comercial me fazia ficar muito entusiasmado.



Abaixo você confere dois vídeos de aviões passando a velocidade do som. Um deles não tem um final feliz.





Por fim você confere o ônibus espacial Atlantis passando a barreira do som.



Fonte: Wikipédia, Mighty Optical Illusions

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+