Vermes parasitas e suas horríveis consequências

sábado, 2 de maio de 2009

Este post tem imagens fortes e não deve ser visualizado por pessoas que possuem o estômago fraco.

Os vermes são nojentos e geralmente estão associados a doenças comumente vistas em áreas onde o saneamento básico não é muito presente. Inicialmente eles começam se alimentando do seu hospedeiro e ao mesmo tempo causando as mais variadas enfermidades. Abaixo você confere cinco dos mais terríveis vermes e suas conseqüências.

Ancilostomose


Ancylostoma duodenale e o Necator americanus (conhecidos popularmente como Amarelão) são espécies aparentadas de vermes parasitas nemateomintos, com corpos filiformes e fêmeas (até um centímetro) maiores que machos. As suas extremidades anteriores têm a forma de um gancho, especialmente nos Necator, e possuem boca armada com placas ou espinhos duros. Você pode constatar pela bela imagem acima.

Eles consomem tanto sangue dos seus hospedeiros que podem causar anemia pela deficiência de ferro. Assim que penetram na pele do hospedeiro, as larvas podem provocar, no local da penetração, lesões traumáticas, seguidas por fenômenos vasculares, como visto na foto abaixo.

Quando as larvas atravessam os alvéolos podem provocar uma reação inflamatória (alveolite). Estes vermes podem formar úlceras intestinais, anemia e hipoproteinemia. Para evitar o amarelão basta andar calçado, mas também é necessário tomar cuidado com o local onde crianças brincam, pois assim não terão contato com o solo contaminado. Acredita-se que cerca de 740 milhões de pessoas estejam infectadas.

Áscaris

Popularmente conhecido como lombriga este é o mais popular da lista, causando a ascaridíase. O verme Ascaris lumbricóides tem uma reprodução sexuada, sendo a fêmea (com até 40cm de comprimento) bastante maior que o macho, e com o diâmetro de um lápis. Os ovos têm 50 micrômeros e são absolutamente invisíveis a olho nu.

O ser humano infectado libera, junto às fezes, ovos do parasita. Assim a larva se desenvolve em ambientes quentes e úmidos (por exemplo, o solo nos países tropicais) no qual permanece dentro do ovo. A infecção ocorre por meio da ingestão dos ovos infectantes em água ou alimentos, principalmente verduras. As larvas podem ser liberadas no intestino delgado e alcançar a corrente sanguínea através da parede do intestino. Infectam o fígado, onde crescem durante menos de uma semana e entram nos vasos sanguíneos novamente, passando pelo coração e seguem para os pulmões. Nos pulmões invadem os alvéolos, e crescem mais com os nutrientes e oxigênio abundantes nesse órgão bem irrigado. Quando crescem demasiadamente para os alvéolos, as larvas saem dos pulmões e sobem pelos brônquios chegando à faringe onde são majoritariamente deglutidas pelo tubo digestivo, passando pelo estômago, atingem o intestino delgado onde completam o desenvolvimento, tornando-se adultos.

Existem em todo o mundo sendo maior a prevalência em países tropicais, sendo muito frequente no Brasil. Há no mundo 1,38 bilhões de pessoas infectadas pela parasitose segundo a OMS, ou seja, um quinto da humanidade. O ser humano é seu único hospedeiro. A transmissão se dá pela ingestão de água ou alimentos contaminados com ovos infectantes.

Quando estão em grande número podem causar irritação pulmonar com hemorragias e tosse com sangue. Outros sintomas são falta de ar e febre baixa. Após chegada ao intestino e maturação nas formas adultas, os parasitos nutrem-se com o bolo alimentar e não são invasivos. Sintomas possíveis numa maioria incluem náuseas, vômitos, diarréia e dor abdominal.

Para evitar a lombriga lave os alimentos (principalmente verduras) antes de consumir e tome cuidado com sua higiene pessoal. Os governos precisam tratar a água e dar saneamento básico.

Verme da Guiné

Quando o hospedeiro bebe água parada contaminada pelos ovos deste verme, ele dá início a uma infecção. A fêmea se desenvolve e constrói um caminho pelos braços ou pernas até as extremidades do hospedeiro. Lá ela fica por baixo da pele causando muita dor e a sensação de que se está queimando. Isso leva a pessoa a colocar a área infectada na água. Este é o momento que a fêmea libera centenas de milhares de larvas, contaminando e iniciando o ciclo novamente. Outros sintomas conhecidos são pruridos, náusea, vômitos, diarréia ou ataques de asma.

Para se livrar do verme é necessário arrancá-lo através de um buraco na pele. O procedimento é lento e muito doloroso (pode levar semanas), pois caso o verme se parta é possível que a infecção seja fatal.


Solitária


A Taenia solium adulta vive no intestino delgado do homem e tem como uma das características a presença de uma dupla coroa de ganchos, armada sobre o rostelo, que auxilia na fixação do helminto à mucosa intestinal. O homem que possui teníase ou solitária, como também é chamada a doença causada pela presença desse animal no intestino, libera cerca de 40.000 ovos fecundados por anel eliminado nas fezes. Esses ovos contêm embriões denominados oncosferas.

O homem se torna hospedeiro definitivo do animal quando ingere carne de porco crua ou malcozida contendo cisticercos (larvas da Tênia). Ao ingerir ovos da tênia em vez de cisticercos, o homem passa a ser hospedeiro intermediário. Quando os ovos sofrem maturação e se tornam cisticercos no organismo humano, podem causar deficiência visual, fraqueza muscular e/ou epilepsia, dependendo do local onde se alojam. Essa doença é chamada cisticercose e é mais grave que a teníase.

Há também a Taenia saginata, cujos hospedeiros intermediários são os bovinos, que se infectam através da ingestão dos ovos desse parasita, eliminados nas fezes do homem. Neste caso o homem pode ser apenas o hospedeiro definitivo.

As tênias existem em todo o mundo e são os parasitas mais comuns, sendo estas, das poucas espécies que continuam a ser freqüentes nos países da Europa.

A Solitária pode chegar a medir 3 a 5 metros de comprimento, sendo que já houveram casos registrados onde ele chegou a 12 metros. Para evitar coma sempre sua carne bem passada.

Filária

A Filária é um verme que causa a doença popularmente conhecida como elefantíase. As larvas são transmitidas pela picada dos mosquitos. Da corrente sangüínea, elas dirigem-se para os vasos linfáticos, onde se maturam nas formas adultas sexuais. Após cerca de oito meses da infecção inicial (período pré-patente), começam a produzir microfilárias que surgem no sangue, assim como em muitos orgãos. O mosquito é infectado quando pica um ser humano doente. Dentro do mosquito as microfilárias modificam-se ao fim de alguns dias em formas infectantes, que migram principalmente para a cabeça do mosquito.

Segundo a OMS existem 120 milhões de pessoas infectadas pela Filária. O parasita só se desenvolve em condições úmidas com temperaturas altas, portanto todos os casos na Europa e EUA são importados de indivíduos provenientes de regiões tropicais.

A longo prazo, a presença de vários pares de adultos nos vasos linfáticos, com fibrosação e obstrução dos vasos (formando nódulos palpáveis) pode levar a acumulações de linfa a montante das obstruções, com dilatação de vasos linfáticos alternativos e espessamento da pele. Esta condição, dez a quinze anos depois, manifesta-se como aumento de volume grotesco das regiões afectadas, principalmente pernas e escroto, devido à retenção de linfa. Os vasos linfáticos alargados pela linfa retida, por vezes rebentam, complicando a drenagem da linfa ainda mais. O antiparasítico usado é dietilcarbamazina (DEC) que elimina as microfilárias e o verme adulto. Pode-se recorrer a cirurgia reparadora em caso de elefantíase (fase crônica da doença).

Fontes: Environmental Graffiti, Wikipédia

24 comentários:

Jorge 4 de maio de 2009 13:11  

parabéns pela informação..... agora fiquei com vontade de ser um robô para não ter esses problemas X_X

Joe 4 de maio de 2009 14:53  

Ainda bem que eu não li esse post antes do almoço. hehe. Muito bacana!

Anônimo 4 de maio de 2009 16:07  

O MALANDRO ALI COM LOMBRIGA SE DEU MAL!! SINISTRO PACA!

Isabel 4 de maio de 2009 18:45  

E na verdade são medidas bem simples que evitam a maior parte dos casos. Infelizmente a população carente de informação e saneamento é a que mais sofre também no quesito parasitoses...

Mila_Dark_Angel 8 de maio de 2009 12:46  

meldelssss...

eca eca

nojento porem interessant

ecaaa
_____________________________

Aproveitando pra divulgar meu video

Para toda ação... uma reação
http://www.youtube.com/watch?v=UPlfxvf0-B4&feature=channel_page

Assistam e comentem pliz ;)

João Victor 8 de maio de 2009 21:00  

Caramba!
Pra que eu fui ver...
Mas valeu pela informação!

sandra 8 de setembro de 2009 15:25  

Foi bom ler,eu moro na europa e meu namorado nao acreditava que o homem podia aver vermes,farei muita atencao aqui comemos muita carne de porco que pauraaaaaaaaaa.......

sousua_@hotmail.com 2 de outubro de 2009 17:45  

QUE merda pra existe vermes ,
SAO bem nojentas .

Anônimo 8 de outubro de 2009 11:35  

parabéns pelo post...precisava dessa informaçao para eu trabalho na escola e aqui encontrei o resumo certo e muito bem explicado....parabéns

Elizabete 9 de outubro de 2009 22:03  

Elizabetemuito interessante.Ao ver tudo isso me fez pensar muito
em como realmente deveríamos nos preocupar sim com a nossa saúde
tomar todo cuidado com o que estamos ingerindo e com nossa alimentação
sem contar em andar bem calçados e tomar principalmente cuidado com nossas crianças.
Pois é realmente triste ver pessoas neste estado e sabendo que nós estamos sujeitos
a isso tudo.
É muito interessante quando se trata da nossa saúde e é o que faço ultimamnte
pesquisar quase sobre tudo pra que tenha um pouco de conhecimento sobre as doenças que estão
tomando conta do nosso dia-a-dia e conhecer seus diagnósticos para combate-las com certeza
e como nos prevenir delas,com certeza com a ajuda dos médicos conseguiremos manter todas essas
informações que nos dará a melhor orientação.

freefun0616 3 de novembro de 2009 10:28  

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Simple Girl 24 de novembro de 2009 23:37  

Nossa a gte le isso e fica com medo de tudo credo rssss

Anônimo 15 de dezembro de 2009 18:17  

gostaria que vcs fizecem muito mais informações tipo sobre a verme teniae outras mais.
Mais eu adorei esse saite muito legal pra quem for fazer uma pesquiza escolar xau bjs.

Anônimo 3 de fevereiro de 2010 12:43  

e muito nojento, tão cedo na minha vida irei comer macarrão......mas vcs estao de parabens pelas informações

Anônimo 19 de novembro de 2010 23:02  

Estou sofrendo com uma especie desconhecida de parasita a trez anos e não concigo ajuda na medicina socorro......

MARIA 19 de novembro de 2010 23:03  
Este comentário foi removido pelo autor.
Julia Brandão 10 de março de 2011 14:15  

Eu não acredito que possa ter um verme no qual vc pode puxa-lo pra fora.

Julia Brandão 10 de março de 2011 14:17  

Eu não acredito que possa haver um verme no qual voce pode puxa-lo pra fora , é muito nojento !!!

Anônimo 2 de abril de 2011 10:33  

Minha nossa, muito importante essas informações, e nós ainda reclamamos da situação em que vivemos no Brasil! Imagine o povo que mora em países como Deli na Índia.

ingrabh 20 de maio de 2011 08:17  

depois que eu vi essas fotos fiquei com vomtade de vomitar

anderson 28 de julho de 2011 21:06  

sinistro....imagina ficar uma semana tirando um verme da perna.....credu

letycia 10 de agosto de 2011 19:02  

Vixe isso é um abisurdo estou empresionada com essa situação

Anônimo 6 de setembro de 2011 13:31  

a imagem 5 é meiu feia ne

ALESSANDRO DELTA 18 de janeiro de 2013 14:55  

OKE EU VI NAO E VERME NAO E UMA COBRA VARIAS COBRA KE VIVE DENTRO DO HOMEM UUI TERRORRROR

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+