Figuras históricas não tão santas - Parte 1: Madre Teresa

terça-feira, 19 de maio de 2009

Eu estava assistindo a um episódio da terceira temporada da série Bullshit, estrelada pela dupla de comediantes Penn & Teller. Neste capítulo em particular eles resolveram falar de algumas curiosidades sobre a vida de algumas pessoas que são consideradas verdadeiras santidades pela população. Achei aquilo realmente interessante e resolvi dividir alguns destes fatos aqui no Pipoca. Vamos começar pela famosíssima figura católica.

Madre Teresa foi batizada Agnesë Gonxhe Bojaxhiu ao nascer na Albânia em 1910. Ela foi uma freira católica que realizou um grande trabalho humanitário, iniciado em Calcutá, na Índia. Lá ela fundou a congregação Missionárias da Caridade, que pretende ajudar os desvalidos. Atualmente o grupo opera em 610 missões espalhadas por 123 países. Madre Teresa ganhou o prêmio Nobel da paz em 1979 e o Bharat Ratna, maior honra civil da Índia, em 1980.

Ela resolveu adotar um novo nome junto com seus primeiros votos religiosos. A origem é de Teresa de Lisieux, santa patrona das missionárias.

O escritor Christopher Hitchens tem algumas dúvidas sobre a santidade da madre. Primeiramente ele a acusa de ter usado o dinheiro das doações para abrir conventos em 150 países, ao invés de inaugurar um hospital-escola, que era o objetivo inicial das doações. Para ele as Missionárias da Caridade são um culto que promove o sofrimento para o próprio benefício financeiro.

Para provar que a religiosa não tinha muitas intenções de ajudar os pobres ele cita uma entrevista que ela deu em 1981. Quando perguntada se ela ensinava os pobres a sobreviverem à dor ela respondeu que achava bonita a aceitação da dor por parte dos pobres. Ela termina dizendo que “o mundo está sendo muito ajudado pelo sofrimento dos pobres.”

No livro também estão expostas as relações da madre com figuras polêmicas como o ex-ditador do Haiti Jean-Claude Duvalier e o economista Charles Keating. Este último foi responsável pelo roubo de 250 milhões de Dólares de 17 mil investidores, mesmo assim ela mandou uma carta para o juiz responsável pelo cargo pedindo que ele olhasse para o próprio coração e fizesse o que Jesus faria.

O juiz respondeu que nenhuma igreja, religião, caridade ou organização deveria ser usada como apaziguador da consciência de um criminoso. Ainda disse que Jesus não gostaria de ficar com os frutos de um crime nas mãos e que se ela entrasse em contato com ele, a doação feita por Keating (no valor de 1,25 milhões de Dólares) seria devolvida a seus respectivos donos. Logicamente a madre nunca respondeu esta carta.

Sanal Edamaruku, presidente do grupo Rationalist International, fez duras críticas à freira no dia de sua beatificação. Para ele, madre Teresa passou ao mundo a distorcida imagem de que Calcutá é uma cidade onde existe apenas miséria, pobreza, doença e morte. Ele afirma que as Missionárias de Caridade são apenas um dos mais de 200 grupos que trabalham com ações sociais na cidade e que nem é tão presente assim.

Para ele a história de que ela tinha uma escola para 5 mil pessoas na favela é completamente sem fundamento, mas que ajudou a trazer muito dinheiro em doações. Para piorar ele denuncia que os abrigos construídos pelas Missionárias possuem problemas gravíssimos como fazer pessoas com diferentes doenças contagiosas dividirem camas. Dentro destes locais a higiene não é uma grande preocupação e o tratamento é feito muitas vezes com medicamentos vencidos, utilizando agulhas velhas, lavadas apenas com água quente.

Os doentes raramente recebem algum tipo de analgésico. Para Edamaruku isso é motivado pela visão da madre de que a pessoa precisa sofrer na Terra para se assemelhar a Cristo. Ele relatou que certa vez, ao acalmar uma pessoa que gritava de dor ela disse: “você está sofrendo, isso significa que Jesus está te beijando”. A pessoa respondeu furiosa: “então mande SEU Jesus parar de beijar!”

Ao receber seu prêmio Nobel da paz, madre Teresa aproveitou para lembrar ao mundo que o aborto é o grande destruidor da paz. Ela também era contra o controle de natalidade e o planejamento familiar. Nisso eu não posso dizer nada, pois ela estava apenas defendendo sua crença, mas ao mesmo tempo é impossível negar que um dos grandes problemas da Índia é precisamente a natalidade descontrolada.

O próprio processo de beatificação de madre Teresa é controverso. Para ser beatificada a pessoa tem que ter realizado um milagre. O dela aconteceu em 2002, quando um tumor foi curado do estômago de uma mulher indiana. Monica Besra estava segurando um colar contendo uma foto da madre, quando uma luz foi emanada da foto, curando seu câncer.

Os médicos afirmam que ela tinha um tumor de tamanho médio e passou por um ano de tratamento, por isso o câncer regrediu. O próprio marido de Monica disse que tudo era “muito barulho por nada” quando o fato ocorreu.

Algum tempo depois ele mudou de idéia e disse para que quisesse ouvir: “foi o poder milagroso que curou sua esposa”. Toda sua família foi convertida ao catolicismo depois do milagre. “Nossa situação era terrível e nós não sabíamos o que fazer. Agora meus filhos estão sendo educados com a ajuda das freiras e eu consegui comprar um pedaço de terra. Tudo Mudou para melhor.”

O próprio processo em si foi criticado, pois as regras dizem que só se pode iniciar o procedimento após passados cinco anos da morte da pessoa, mas o Vaticano não esperou nem dois anos . O próprio papa João Paulo II se envolveu pessoalmente para apressar as coisas.


Fonte: Slate, Telegraph, Mukto-mona, Secular Humanism, Wikipédia

9 comentários:

Willian Lins 19 de maio de 2009 10:56  

Gostei do teu blog, é bastante interessante o modo que você aborda os assuntos!

Grande abraço!

Arthurius Maximus 19 de maio de 2009 13:29  

Cara, levar em consideração um livro escrito por detratores clássicos e que tem entre os consultores um ditador carniceiro...

Não acredito na santidade de nenhum ser humano. Mas, Madre Tereza, é uma figura aceita até pelos radicais sikhs que a combateram ferozmente no início de suas atividades.

Se ela fosse alguém tão perverso como descrito nessas linhas, poderia até enganar alguns por algum tempo; mas dificilmente todo mundo o tempo todo.

Márcio Ferreira 20 de maio de 2009 21:42  

O que precisa ser verificado é se existem documentos "oficiais" que provem essas afirmações.

Mas fica registrado uma visão do outro lado da moeda.

Anônimo 20 de maio de 2009 22:18  

... interessante o texto, no entanto Christopher Hitchens pra mim não tem crédito... um pequeno exemplo: durante a guerra do Iraque, tornou-se um combativo apoiante da decisão de George W. Bush, mesmo após reconhecer que tenha sido uma guerra por causa do petróleo coisa bem diferente daquilo que pregava o Bush, e fora que foi um marxista (trotskista) na década de 70 e continua hoje muitas vezes a denotar que não se afastou completamente desta ideologia... eu passo....

Daniel 21 de maio de 2009 08:12  

O que é curioso é a Madre Teresa ser acusada de desvio de dinheiro. Alguém me responda o que ela faria com o dinheiro que escondia, já que sua vida era absolutamente despojada, entre pobres e na pobreza.

Ou você acha que secretamente ela era uma socialite que esbanjava dinheiro de doações em algum tipo de luxo, e ninguém nunca descobriu isso em todas as décadas de sua obra?

Dmitry 24 de maio de 2009 13:36  

Sobre o Christopher Hitchen, ele está apresentando uma versão que precisa ser explorada. As acusações de que as condições das pessoas nos abrigos em Calcutá eram ruins me parecem bem verdadeiras.

O dinheiro que ela arrumava não ia para ela torrar, mas sim para o Vaticano. Você acha que o papa esbanja tanto com o dinheiro de quem?

Anônimo 3 de junho de 2009 14:20  

Realmente é muito dificil para um americano, brasileiro ou qualquer um com um com "nível médio de racionalidade", entender as ações de madre teresa ou de cristo perante as cruzes da vidas. Estamos vivendo o apogeu da globalização dos prazeres. Tempo em que se ocultam a resignações e sofrimentos como modo de ascese e exaltam-se a ideologia da riqueza. Humildemente aprendamos com esta grande mulher. :)

Anônimo 15 de julho de 2009 22:05  

O texto é bem escrito, e bem fundamentado, triste é a possibilidade adotada pelo autor de ver com opior olhar: de incrédulo! Certamente Madre Teresa sorriria e nada argumentaria, essa poderia estar presente nas pobrezas tão faladas e vividaspor Teresa, Madre Teresa, rogai por nós!

freefun0616 3 de novembro de 2009 10:12  

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+