Rapidshare fornece informações de seus usuários

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Fazendo uso do parágrafo 101 da lei de proteção ao direito autoral na Alemanha, as gravadoras estão conseguindo agir contra os piratas. Segundo esta legislação os provedores alemães estão obrigados a fornecer informações pessoais sobre os usuários de determinados endereços IP. Inicialmente esta lei era usada apenas contra os usuários de redes P2P, mas um uso criativo dela permitiu que as gravadoras arrancassem informações do famoso site Rapidshare.

O primeiro exemplo foi visto na Alemanha há algumas semanas, quando a casa de uma pessoa que havia colocado o último álbum do Metallica no Rapidshare foi invadida pela polícia.

Esta nova interpretação da lei pode ser usada também contra sites de torrents, fazendo da Alemanha o país mais perigoso para se compartilhar arquivos. Definitivamente o sonho das gravadoras está se tornando realidade, mas o preço a ser pago pela perda da privacidade na rede é grande.

Não sei se esta lei será usada somente contra os próprios alemães ou se gravadoras americanas e até mesmo brasileiras não usarão esta mesma lei para começar a agir contra uploaders.

Engraçado o primeiro prejudicado por esta leitura da lei ter colocado o álbum do Metallica no Rapidshare, uma vez que a banda (e principalmente seu baterista) é uma das maiores vozes contra o compartilhamento de arquivos piratas pela net (eles fizeram uma campanha forte contra o Napster).

Fonte: TorrentFreak

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+