Festival de Verão 2009

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

festival de verao Alguns esperam pelo réveillon, outros pelo carnaval, mas meu início de ano sempre vem com o Festival de Verão. É uma das poucas oportunidades que os moradores de Salvador podem ter para se livrar um pouco do mundo do axé e pagode. Mesmo que estes ritmos sempre estejam presentes o Festival apresenta um número razoável de atrações para quem gosta de pop e rock.

Por alguns motivos pessoais e também pela grade de atrações acabei indo apenas a um dia este ano, mas foi exatamente com o que eu queria. Sábado, 31 de janeiro, fui ao Festival para ver os shows de Capital Inicial e Alanis Morissette.

A estrutura do evento apresentou algumas novidades, mas deixou de ter outras muito boas. O mercado Mundo Mix tinha alguns produtos alternativos sem apresentar nada muito especial. A tenda eletrônica estava com o mesmo nível de anos anteriores. Não sou um amante da música eletrônica, talvez por isso não tenha visto grandes mudanças.

sr40O que realmente me fez falta foram atrações para quem não está ligado nos shows, como a arena de esportes radicais, um circuito de aventura para as pessoas entre outras diversões. Isso sempre ajuda a passar o tempo quando alguma atração menos interessante está no placo.

Ao entrar passei pela Arena Faculdade Maurício de Nassau, pois não estava com vontade de ver o Olodum. Para minha grata surpresa estava tendo uma apresentação da banda SR40, que tem uma batida black boa e faz um show com muita energia. Dividindo o espaço entre sucessos nacionais e composições próprias, a banda realmente me surpreendeu. Para conhecer mais sobre os caras clique aqui e visite o site oficial.

Quando entrei no camarote Seda duas coisas me chamaram a atenção. A quantidade de pessoas e a presença de um público não muito comum ao Festival. Creio que os dois fenômenos foram causados pelo show internacional que estava por vir.

capital inicialDepois de ter um certo trabalho consegui chegar perto do palco, só não estava na primeira fila porque esta já estava com alguns fãs de Alanis, que guardavam lugar desde o show do Olodum. Depois do intervalo e da montagem do palco veio o show do Capital Inicial.

Desde 2005 vem sendo uma tradição minha presença nos shows do Capital dentro do Festival. Acho que eles só não tocaram aqui em 2007. Desde o primeiro show me impressiono com a presença de palco de Dinho Ouro Preto. Ele e toda sua banda se conectam muito bem com o público, tanto que em 2005 e 2009 ele foi avisado por pessoas do público que seu microfone estava baixo.

Este ano não foi diferente e a banda deu tudo de si em um show cheio de energia, misturando músicas de todos os momentos da carreira além de composições do Aborto Elétrico. Outro ponto interessante foi um gurizinho que estava nos ombros do pai e sabia todas as músicas da banda. Ele chegou a ser chamado para subir no palco. Abaixo você confere “Que País é Esse?”, gravado pelo próprio Dinho. Uma destas mãos no clipe é minha ;).

 

 

Depois começou a sessão lata de sardinha. Faz tempo que não fico apertado assim em um show. Levantar a mão era meio difícil, mas sabia que depois da terceira música de Alanis as coisas se assentariam.

alanis no festivalO intervalo entre o fim de um show e o início do outro foi realmente grande, mas finalmente começou a apresentação de Alanis Morissette.

Quando ela entrou no palco quase fiquei surdo, pois estava perto de uma galera muito fã, que estava guardando lugar desde o primeiro show. A artista canadense cantou diversas músicas que iam de sucessos estrondosos do passado como “You Oughta Know” até músicas de seu último disco “Flavors of Entanglement”.

É impressionante como a voz dela soa ao vivo da mesma maneira que em seus discos e mesmo sabendo que existem softwares para corrigir a voz da pessoa em apresentações, ela me deixou uma excelente impressão. A banda dela também é composta de músicos muito talentosos, com destaque para o baterista Victor Indrizzo, que fez um som espetacular para acompanhar os grandes sucessos da cantora.

Apesar de ter me divertido muito, o show me pareceu curto. Ela voltou para um bis de 3 músicas terminando com “Thank You”, mas mesmo com isso saí com a impressão de que poderia ter sido maior. Confira abaixo a primeira música do show, “Uninvited”.

 

Ainda faltavam duas atrações, a dupla Víctor e Leo e a banda Psirico. Nem preciso dizer que voltei para casa. No caminho me pareceu que este foi o desejo de muitas pessoas, pois a avenida Paralela estava cheia para o horário.

Este foi mais um ano de diversão no Festival de Verão. Ano que vem escrevo outro post com mais novidades.

Foto da Alanis: A Tarde

2 comentários:

Marcio Melo 9 de fevereiro de 2009 13:13  

Porra man, não sei como você consegue gostar do show do Capital Inicial é sério.

Dinho acha que tem 15 anos e todo show é igual, as mesmas baboseiras de pirâmide humana, reclamar de político, etc. Eu odeio hehehe.

Alanis foi simplesmente sensacional. Lindo e muito legal o show, não achei assim curto, foi um tempo bem legal, mesclou musicas antigas com as novas que são muito boas tb.

Dmitry 10 de fevereiro de 2009 15:22  

Mesmo tendo estes pontos semelhantes eu sempre me divirto muito no show dos caras. Se tiver ano que vem pode ter certeza que estarei lá.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+