Presidiário perde o pênis na cadeia e recebe 500 mil Dólares

sábado, 17 de janeiro de 2009

bacteria comedora de carne Charlie Manning, um presidiário de 61 anos, estava preso por agressão física e tinha uma pena de 13 meses a ser executada em Washington. No presídio ele ficou doente e foi erroneamente diagnosticado com uma alergia a um medicamento.

No fim das contas ele tinha fascite necrosante, uma infecção bacteriana grave caracterizada por uma intensa destruiçäo tissular, que comeu o pênis dele e um testículo. Manning processou o governo e o médico, sendo agraciado com a bagatela de 500 mil Dólares pelo seu, digamos, desconforto.

Não sei vocês, mas nem por um milhão eu pensaria na possibilidade de passar pelo mesmo que o sr. Manning.

Fonte: News.com.au

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+