UFC diz para seus lutadores: "Ou dá ou desce"

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O mundo do MMA, mais conhecido como vale-tudo, se tornou muito mais profissional graças ao Ultimate Fighting Championship. Em 1993 eles juntaram lutadores de diferentes artes marciais e uma transmissão no estilo das lutas de boxe. Para quem assistia pareciam as lutas do filme O Grande Dragão Branco. Depois deles diversos outros campeonatos surgiram e desapareceram, mas o UFC se firmou como a grande meca das lutas.

O MMA nos EUA é quase que monopolizado por eles, com algumas variações como o Affliction, patrocinado pelo milionário Donald Trump e com participação de Vítor Belfort. Exatamente por isso o UFC se sente todo poderoso frente aos lutadores.

Atualmente jogos eletrônicos que usam a representação física dos ídolos do esporte fazem muito sucesso, vide a série Fifa da EA. Este é um ramo que anda dando muito dinheiro para esportistas. Por isso o UFC pretende lançar ano que vemo game UFC Undisputed 2009, com seus principais lutadores.

Aí que está a pegadinha. A UFC mandou um contrato para seus lutadores onde eles abriam mão do uso de suas aparências físicas para que a THQ colocasse todos no jogo. O contrato é vitalício e nenhum parente ganha um centavo se o lutador morrer. Colocando em palavras simples, a THQ e a UFC fariam um jogo, ganhariam uma grana e ninguém poderia exigir muita coisa pelo uso da imagem.

Jon Fitch e Josh Koscheck, dois lutadores da organização foram contra. Sabe o que aconteceu? Ambos foram expulsos da UFC. Segundo o presidente da organização, Dana White, se você não gosta da maneira como eles promovem o lutador tudo bem, a porta da rua é serventia da casa.

Um dos lutadores já assinou o contrato e voltou para a organização (não se sabe se houve mudanças no contrato dele). Outro disse que não vai pensar no contrato até sua luta, que acontecerá em 3 semanas. Segundo ele foi por esta razão que nem leu contrato. Depois da luta ele vai pensar no que fazer.

Este é apenas um dos exemplos do que virá adiante com produtoras de games usando a imagem de esportistas com ou sem autorização. Recentemente a NFL perdeu um processo de 28 milhões de Dólares movido por antigos astros do futebol americano. A aparência deles foi usada sem autorização em um jogo da série Madden NFL.

Abaixo você confere um trailer de UFC Undisputed 2009, o jogo que é a razão de toda esta discórdia.



Fonte: Ars Technica

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+