Asus coloca consumidora por 10 meses em cana

sábado, 1 de novembro de 2008

Quando você tem um caso nos tribunais fica difícil saber que é culpado, quem está mentindo e principalmente quem está exagerando. Neste caso o exagero por ambas as ambas as partes parece ser a resposta.

A chinesa Huang Jing comprou um notebook V6800V da Asus em uma loja normalmente, mas o produto veio com defeito. Como qualquer pessoa que teve um produto com defeito ela mandou para a assistência técnica. No caso dela foram diversas vezes. Uma das vezes o computador veio com um processador da Intel que era na verdade uma "amostra de engenharia", ou seja, diferente da especificação.

A reação dela foi como a de muitos (nada exagerada), contratou um advogado e processou a Asus em 5 milhões de Dólares. Ela também começou a ameaçar a empresa, afirmando que colocaria na mídia as "táticas obscuras" de suporte praticadas pela Asus. Em março de 2006 Jing e seu advogado foram presos por extorsão. Quase um ano depois eles foram soltos de uma forma esquisita, pois por um motivo desconhecido as evidências contra ela foram consideradas inadequadas.

Qual a melhor maneira de finalizar esta história? Outro processo de Jing contra a Asus. Desta vez por difamação, vender produtos defeituosos e falsa acusação. Ela inclusive fez um site (clique aqui para visita-lo) para contar sua história. Abaixo você confere a imagem principal do site dela. Você não precisa ser chinês para entender.



Fonte: Gizmodo

2 comentários:

Anônimo 8 de novembro de 2008 14:27  

se ela fizer aqui no brasil ela vai para de vender as placas delas ou tudo q. venha dela e ela pode prace sar a s asus novamete ta no direito dela

natinho 8 de novembro de 2008 14:32  

Anônimo disse...
se ela fizer aqui no brasil ela vai para de vender as placas delas ou tudo q. venha dela e ela pode prace sar a s asus novamete ta no direito dela

8 de Novembro de 2008 14:27

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+