Milk e a intolerância contra os homessexuais

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Se hoje os homossexuais sofrem muito na mão de pessoas preconceituosas, imagine no fim da década de 70, quando Harvey Milk foi o primeiro gay a ser eleito para um cargo oficial como supervisor da cidade em São Francisco, na Califórnia.

A história de Milk e toda a rivalidade que ele tinha com Dan White, antigo supervisor que não conseguia aceitar um homossexual como autoridade, está virando filme nas mãos de Gus Van Sant (Gênio Indomável). Milk e White serão interpretados respectivamente por Sean Penn (Sobre Meninos e Lobos) e Josh Brolin (que viverá Bush no filme W.). O filme ainda conta com os atores James Franco (Homem-Aranha), Emile Hirsch (Na Natureza Selvagem) e Diego Luna (E Sua Mãe Também).

O filme mostrará também a luta de Milk para chegar ao cargo e como dentro dos bastidores do poder ele sofreu represálias por sua orientação sexual. Harvey recebia diversas ameaças de morte durante sua campanha mas mesmo assim se tornou a cara do movimento GLS na Califórnia.

Milk chegará aos cinemas americanos no dia 5 de dezembro e pelo trailer que você confere abaixo pode-se ver que o filme pretende arrebatar algumas estatuetas do Oscar.




Fonte: Film School Rejects

2 comentários:

Leo 5 de setembro de 2008 02:12  

O preconceito e a intolerancia em pleno seculo 21 são muito grandes ainda, espero que retratem bem essa estória e quem sabe dê alguma luz na cabeça de alguns homofobicos.

e a quem digitou o texto, não se diz "opção sexual" e sim "orientação sexual", ja que ninguém 'opta' por ser gay, é algo determinado quando se nasce, o termo 'opção sexual' pode ser considerado um insulto.

Dmitry 6 de setembro de 2008 10:24  

Pelo filme estar nas mãos de Gus Van Sant eu acredito que a história será bem retratada.

Sobre o termo eu não tinha me ligado, mas já foi modificado.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+