Igreja Anglicana pede desculpas a Darwin

domingo, 14 de setembro de 2008

Hoje a Igreja Anglicana irá pedir desculpas oficialmente a Charles Darwin por não terem acreditado em sua teoria da evolução e assim levaram muitas pessoas a pensarem de maneira errada sobre a origem das espécies. Este é um passo esquisito para uma religião cristã, pois no livro sagrado deles a origem de todos é vinda de Eva e Adão.

Darwin sugeriu que todos os seres vivos da Terra se originam da mesma espécie, sendo que o parentesco do ser humano com os macacos foi o ponto mais polêmico, não aceito por muitas pessoas até hoje. Toda a sua teoria está exposta no conhecido livro “A Origem das Espécies”, lançado em 1859.

Representantes da igreja comparam este pedido de desculpas ao momento em que o papa João Paulo II se desculpou pelo julgamento de Galileu, ocorrido em 1633. Eles afirmam que pretendem com isso deixar claro que seus ensinamentos relacionados ao assunto não são incompatíveis com a ciência.

Um artigo que será publicado no site a Igreja Anglicana afirma que “o problema não são seus oponentes religiosos, mas aqueles que falsamente se dizem seus apoiadores visando seus próprios interesses”, fazendo uma referência ao criacionismo. O artigo foi escrito pelo reverendo Malcolm Brown, diretor das missões e assuntos públicos do Conselho dos Arcebispos.

Ele diz em seu texto que pessoas e instituições cometem erros, inclusive cristãos e a Igreja. “Sua teoria causou ofensa porque ela desafiou a visão de que deus teria criado o ser humano como uma espécie totalmente diferente do resto do mundo animal”.

Isso não quer dizer que todos dentro da Igreja Anglicana pensam igualmente. Semana passada o professor e reverendo Michael Reiss, biólogo que ocupa o cargo de diretor de educação da Royal Society causou revolta ao sugerir que o criacionismo seja ensinado nas escolas como sendo a visão legítima da ciência. A Igreja já se desculpou por ele também.

Na família de Darwin as opiniões se dividem. Andrew Darwin, que é tataraneto do pesquisador afirmou que tudo isso é sem sentido, pois ele está morto há 126 anos e nada do que a Igreja diga fará diferença para seu tataravô. Já Horace Barlow, que é bisneto dele diz que Charles ficaria feliz com o pedido de desculpas porque “Darwin se preocupava muito se sua teoria iria ofender outras pessoas uma vez que sua esposa Emma era uma cristã praticante”.

Terry Sanderson, presidente da National Secular Association diz que o pedido de desculpas aparenta não ser sincero e que todo o episódio parece meio maluco. Mas se isso significar que a Igreja Anglicana estará dizendo não ao criacionismo, ele receberá o ato com muita satisfação.

O ensino do criacionismo é um problema que precisa ser discutido muito seriamente, pois parece que aquilo que as crianças aprendem na escola depende de quem está no governo. Nos EUA a candidata a vice-presidente pelos republicanos quer que o criacionismo seja ensinado nas escolas. No estado do Rio de Janeiro a ex-governadora Rosinha Mateus colocou o criacionismo no currículo das escolas estaduais.

Acredito que estado e religião devam ser completamente separados e se a pessoa desejar aprender sobre a origem das coisas através do ponto de vista da sua religião, aprenda com seu líder espiritual. Nas escolas precisa ser ensinado aquilo que existe como conhecimento científico. Misturar as duas coisas só trará atrasos para o Brasil.

Fonte: The Daily Mail

6 comentários:

Anônimo 18 de setembro de 2008 21:34  

Com um olhar científico frio, já existem milhares de estudos, que mostram que é necessário ter mais fé para acreditar na evolução deste "cientísta" do na criação domundo por Deus.

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos 19 de setembro de 2008 00:23  

Caramba! Que avanço!

Dmitry 19 de setembro de 2008 08:38  

Particularmente acho muito mais fácil acreditar neste "cientista", pois basta tirar um tempinho observando as similaridades das espécies do mundo para acreditar nele.

Anônimo 20 de setembro de 2008 11:23  

Vejo que o ser humano constatemente rever seus conceitos, construir e reavaliar suas idéias a partir da realidade. O passo que a igreja anglicana deu foi necessário e mostra que nossos pensamentos não são absolutos ou únicos. Temos que reinterpretar a bíblia a partir desta realidade, não criar novos mitos, pois o texto sagrado não trata se Deus criou desta forma ou de outra, mas do surgimento de um povo e sabemos que para explica-lo os autores tiveram que utilizar metáforas, e logo com o passar do tempo essas tornaram-se verdades absolutas.
O criacionismo deve ser também reavaliado, não somente o evolucionismo como os fundamentalistas desejam, no fundo temos que rever nossos atos dia após dia, pois, o ser humano a partir do mundo esta em mudanças e assim também muda-o e não deve estagná-lo mas vive-lo.

Anônimo 4 de agosto de 2009 09:18  

Se a maioria descende de macacos,que raça de macacos?Eu descendo de Adão e Eva,por parte do DEUS ALTISSÍMO e graças ao SENHOR porisso.Partindo da premissa de Darwin,sou mais coerente que ele porque todo ser humano vem do esperma e não do macaco.O problema de tanta aberração é que esse pessoal são incompetentes na cama,e ficam com essas filosofias furadas para justificarem tal incompetencia.É melhor ter um DEUS que não se vê e ter prazer com gurias,do que ficar teorizando esses papos furados perdas de tempo e não ter nenhuma gatinha como consolo.TÔ FORA ô MEU!

Anônimo 4 de agosto de 2009 10:04  

Evolução prá mim é o cara que sai do nada(pobre economicamente)e se levanta sem prejudicar a ninguém,nem a si mesmo.Ou o cara ou mina que antes era um tapadão e com o passar do tempo assume uma postura inteligente de fazer a diferença,através da humildade e de ações nobres.Geralmente só quaze vejo isto no meio de crentes(CRISTÃOS).Porém se achas que estou sendo cruel e se sente ofendido, é só observar isto.Tenho amigos que abominam crentes,só que quando eles confirmam que é isto mesmo,alegam que só acontece isto com crentes porque eles tem medo de DEUS e do inferno.Mas pergunto existe outro meio legal de ser equilibrado e viver na certeza, do que se converter a JESUS CRISTO?Tenho certeza que não.NOVAMENTE:Comece a prestar atenção nas pessoas mais legais ao seu redor.Eu por exemplo tenho camaradas de todo tipo:crentes,ateus.budistas,macumbeiros,nóias,caretas,idosos(sic!)jovens,ricos,pobres,políticos,anarquistas,etc,etc.O que importa são as atitudes e o proceder,tem gente que é inteligente ou mesmo "crente"e são tudo tranqueras,tem outros que são "burros que ás vezes irrita"mas são pessoas incríveis.Religião não salva ninguém só JESUS CRISTO!Fiquem sossegados que para voce ter uma experência verdadeira provando que só JESUS CRISTO é a verdade,voce não se sentirá manietado,nem se alienará das coisas,mas depende de DEUS se ELE te escolherá ou chamará voce para ser salvo.Ese é o segredo das verdadeiras conversões:A PREDESTINAÇÃO.Se DEUS não te quizer, voce morrerá como ser humano,mas na dúvida.Infelizmente essa é a realidade.Mas ainda há o consolo que enquanto isso não acontece,vai-se levando a vida não como um macaco,mas como um descendente de macaco.Como sou descendente de Adão e Eva sem intermediários,só me basta continuar a lutar para dar bons testemunhos a DEUS e aos homens,mais agindo do que teorizando de uma forma prática e consciente,e saber que no final todo joelho se dobrará e toda lingua confessará que JESUS CRISTO é o SENHOR.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+