Representantes da indústria dos games ficam felizes com prisão de piratas

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

A Entertainment Software Association, uma espécie de RIAA do mundo dos softwares, liberou um comunicado à imprensa onde congratulava a justiça americana pela prisão de dois piratas dos games, Kevin Fuchs de Nova Iorque e Kifah Maswadi da Flórida. Eles foram condenados respectivamente a oito e quinze meses de prisão pelo crime de piratear jogos eletrônicos. Ambos serão monitorados após seu período atrás das grades durante diversos anos. Maswadi ainda foi condenado a pagar uma quantia de 415 mil Dólares.

Isso não quer dizer que a indústria dos games já está processando pessoas que fazem downloads ilegais de jogos (clique aqui). Os dois acusados vendiam consoles com jogos piratas. Maswadi chegou a fazer mais de 390 mil Dólares com suas vendas.

A ESA afirma em nota que “estas decisões ilustram, novamente, que a pirataria de jogos eletrônicos não será tolerada e que estes criminosos serão processados. A ESA e seus membros continuarão a apoiar as autoridades em seus esforços para proteger a propriedade intelectual de nossa indústria”.

Esta não é a primeira vez que pessoas cuja atividade era vender games piratas vão para a cadeia. Isso não significa que pessoas comuns que baixam jogos na net serão as próximas vítimas. Mas podemos ver que assim como na indústria da música, existem muitas pessoas relacionadas ao mundo dos games que querem processos contra usuários de redes P2P.

Fonte: Kotaku

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+