Remédio revolucionário apresenta esperança contra o câncer

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Uma empresa de biotecnologia fundada por pesquisadores da Universidade de Munique criou uma nova maneira de se combater o câncer. A droga experimental MT103 apresentou um desempenho fora do comum em sete pacientes com Linfoma não-Hodgkin, uma neoplasia maligna que se origina nos linfonodos e ainda não possui razões esclarecidas.

Todos os pacientes passaram por pelo menos 3 tratamentos convencionais sem sucesso, mas apresentaram melhora depois de receberem doses de um anticorpo de duas cabeças. O anticorpo BiTE é uma molécula biologicamente construída com extremidades abrasivas. Um lado pode se prender a CD19, uma proteína encontrada em células B cancerosas e o outro lado se liga em CD3, que é encontrado em células citotóxicas T. Por momentaneamente colocar estas células juntas a droga pode persuadir as citotóxicas T a lutarem contra a doença.

Os pesquisadores acreditam que treinando o sistema imunológico a lutar contra o câncer eles terão um sucesso maior contra a volta da doença. Mesmo utilizando cirurgias ou medicamentos de última geração algumas células cancerosas podem ficar no corpo do paciente ou se deslocar para outro local, já utilizando o método da nova droga o próprio corpo estaria apto a terminar com as últimas células perigosas.

Christian Itlin, presidente da Micromet (empresa que criou a MT103), afirma que as mais poderosas drogas contra o câncer se baseiam em estimular o sistema imunológico a combater a doença, mesmo que não intencionalmente. Ele diz que seu medicamento faz intencionalmente o que outros fazem por acidente e que isso pode ser utilizado para combater várias doenças graves, ms seu tratamento contra o linfoma já está mais avançado.

Mas nosso otimismo deve ser cauteloso, pois este teste foi feito com 7 pessoas, apenas para se ter certeza da segurança do medicamento e não de sua eficácia. 3 novos testes estão marcados para acontecer na Alemanha, dois deles são para o mesmo linfoma e outro está pretendendo testar ataques a neoplasias pulmonares, gastrointestinais e retais. Vamos ficar ligados para novas notícias da empresa. Confira abaixo uma representação do funcionamento da molécula.




Fonte: Wired

3 comentários:

Givaldo 14 de junho de 2008 22:07  

Espantoso os avanços da medicina! Eu acho que o maior desafio ainda é a cura para o cancer, embora os tratamentos meia boca vêm se consolidando.
É uma esperança, mas falta muito pra se concretizar. As formas tradicionais ainda são a melhor maneira de evitar a doença.
Parabéns para qualquer um que descubra algo contra essa peste de doença, a pior de todas....

Givaldo 14 de junho de 2008 22:07  

Espantoso os avanços da medicina! Eu acho que o maior desafio ainda é a cura para o cancer, embora os tratamentos meia boca vêm se consolidando.
É uma esperança, mas falta muito pra se concretizar. As formas tradicionais ainda são a melhor maneira de evitar a doença.
Parabéns para qualquer um que descubra algo contra essa peste de doença, a pior de todas....

Valeska 12 de outubro de 2008 20:05  

Estou em tratamento contra o Linfoma e a achei a matéria, muito interessante, estou contando minha história pelo meu blog.

Related Posts with Thumbnails

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP  

Google+